Notícias
Humanização em Saúde

Humanização em saúde: cuidados para a eficiência no armazenamento e distribuição de medicamentos

08/09/2020

Muito se fala sobre a humanização em saúde e é fato que isso envolve vários fatores e também diversas possibilidades. Humanizar é focar e valorizar as pessoas, reconhecendo os direitos e tendo atitudes éticas e conscientes.

Para que as empresas de saúde tenham a qualidade e eficiência necessárias nos processos, as pessoas são muito importantes. No armazenamento e distribuição de medicamentos, os colaboradores se destacam como parte fundamental.

Diversos cuidados precisam ser tomados para que o medicamento que sai da indústria chegue até o paciente. Este é um processo que conta com várias etapas, que precisam ser devidamente acompanhadas.

Para saber mais sobre isso, é só continuar lendo, que vamos trazer algumas informações importantes, como:

O que é a humanização em saúde?

Na prática é a busca por medidas que valorizem cada indivíduo envolvido na cadeia. Na saúde, isso precisa considerar todos os processos, desde a produção de um medicamento na indústria, até o armazenamento, distribuição e a chegada ao paciente.

Todos os profissionais envolvidos no setor da saúde, assim como os gestores e usuários, têm suas devidas responsabilidades. Na distribuição e armazenamento, as pessoas precisam estar atentas, tendo um planejamento e insumos para que possam desempenhar seus papéis.

A saúde é uma área que precisa passar por melhorias constantemente, com atenção aos avanços e novas necessidades que possam surgir. Sabemos, é claro, que todas as novas estruturas, equipamentos, tratamentos e inovações são bem-vindas, mas, as pessoas têm o papel de protagonistas.

Para que um medicamento saia do armazenamento e chegue até o hospital, uma série de profissionais atua para garantir que o trabalho seja efetuado de forma eficiente. Esta é a razão de se considerar a importância da humanização em saúde.

Gestão e controle dos processos de armazenamento e distribuição

Todo o processo de armazenamento e distribuição de medicamentos conta com uma série de tecnologias e inovações, que melhoram a capacidade. Mas, por trás disso, existem pessoas dedicadas, que cuidam e acompanham para que os resultados sejam conforme o esperado.

Além de gestão e controle, a palavra aqui é planejamento. Quando se tem um time especializado para desenvolver as atividades da melhor forma, é possível garantir a eficiência e qualidade.

Pense no processo como uma ramificação em que é preciso trabalhar em conjunto para alcançar os objetivos. Controle de temperatura e umidade, planejamento logístico e gestão de estoque, são aspectos essenciais.

Cada pessoa tem um papel, uma responsabilidade, que precisa ser devidamente valorizada. Como já dissemos aqui, os processos são importantes, mas o lado humano precisa ser prioridade.

Todos estes fatores geram a excelência operacional, que vai auxiliar na melhoria contínua das atividades.

Dia Nacional de Luta por Medicamento

Neste contexto de humanização em saúde, também é preciso dar destaque para a questão da disponibilidade de medicamentos.

O dia 8 de setembro é uma data importante, sendo marcada por ser o Dia Nacional de Luta por Medicamento. A data relembra as dificuldades que pacientes podem ter para acessar medicamentos e tratamentos no Brasil.

Toda a população deve ter acesso aos medicamentos necessários para garantir a manutenção da saúde – de acordo com a Constituição Federal (vida, saúde, dignidade e desenvolvimento) e com a Lei 8.080/90 (SUS). Em diversos casos, ter um remédio específico à disposição é uma necessidade básica.

O Grupo Elfa trabalha para oferecer as melhores soluções em saúde, sempre a serviço da vida!

deixe um comentário