Notícias
Desenvolvimento profissional: o papel das empresas na preparação dos colaboradores

Desenvolvimento profissional: o papel das empresas na preparação dos colaboradores

Ter funcionários bem preparados, aptos a desempenhar diversas funções e capazes de apresentar soluções inovadoras, é o que toda empresa precisa. Para conseguir isso, é preciso promover o desenvolvimento profissional, levando em consideração as necessidades dos colaboradores e dos negócios.

As empresas precisam estar devidamente comprometidas com o aperfeiçoamento das pessoas para que os resultados sejam alavancados. De acordo com um estudo feito este ano pela Korn Ferry, empresa de consultoria, com diretores de RH de todo o mundo, 37% acreditam que aprimorar a atual força de trabalho é uma estratégia para alcançar o sucesso.

Com base nisso, é possível identificar quando o desenvolvimento das pessoas precisa estar alinhado com as estratégias da empresa. E se você quer saber mais sobre este assunto, é só continuar lendo que temos informações importantes!

Vamos abordar os seguintes tópicos neste conteúdo:

Qual é o papel das empresas?

A empresa desempenha um papel muito significativo na preparação das pessoas. Uma pesquisa feita pela Deloitte este ano mostrou que 73% consideram que as organizações são as principais responsáveis pelo desenvolvimento da força de trabalho.

Atualmente, as empresas tem uma maior efetividade na preparação dos colaboradores, pois o conteúdo não é mecanizado. Durante um treinamento na companhia, é aberta uma oportunidade de aprendizado prático, em que cada pessoa pode formar um pensamento crítico.

Pluralidade de conhecimento

Toda a troca de informações realizada durante as atividades de capacitação irá contribuir para que haja mais diversidade de conhecimento. E este é um ponto importante!

A diretora de gente e gestão do Grupo Elfa, Aline Sueth, acredita que a pluralidade de conhecimento é essencial no desenvolvimento profissional. “Cada conhecimento e experiência adquirida ao longo da vida faz com que o profissional seja mais completo e para que isso aconteça, sem dúvida, é preciso ter uma rede de conhecimento ampliada”, ressaltou.

Treinamentos como proposta de valor

Para que o colaborador esteja devidamente engajado com o treinamento, é preciso desenvolver uma proposta que gere valor, além das expectativas iniciais da empresa. Cada pessoa precisa enxergar no treinamento uma oportunidade para alavancar a carreira.

“Quando falamos em ampliar a potência dos treinamentos, não estamos tratando apenas de ajudar a empresa a atingir suas metas, mas também de criar um ser humano melhor, que irá contribuir para a construção de uma sociedade melhor. Com isso, o resultado vai além da estrutura da empresa”, destacou Aline Sueth.

É preciso lembrar também que as atividades de desenvolvimento profissional precisam ser constantes. Está é uma forma eficiente para acompanhar todas as novidades e tendências do mercado, que podem acabar sendo positivas para os objetivos dos negócios.

Desenvolvimento profissional no Grupo Elfa

Com um planejamento alinhado aos objetivos da empresa, todos os programas de aperfeiçoamento desenvolvidos pela Unielfa são baseados nos pilares de cultura, liderança, vendas, gestão e finanças. Essa estrutura garante bons resultados para ambas as partes.

O propósito é fazer com que a universidade corporativa seja capaz de transformar a vida de cada pessoa. Desta forma, os colaboradores poderão ser grandes diferenciais, pois o conhecimento é capaz de gerar impactos positivos, tanto na vida profissional quanto pessoal.

deixe um comentário